Conheça doenças que podem afetar 87% das crianças brasileiras expostas à poluição

Um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que 93% das crianças e adolescentes respiram ar com nível de partículas finas acima do que é considerado recomendável para a saúde em todo o mundo. No Brasil, o número é um pouco menor, mas ainda preocupante: 87% dos menores de 5 anos estão expostos à poluição.
Nos países com renda baixa e média, principalmente na Ásia, 98% dos menores de 5 anos são expostos a níveis maiores do que é recomendado para a saúde, enquanto nos países de renda elevada, o percentual é de 52%. Na África e no Mediterrâneo Oriental, 100% das crianças com menos de 5 anos estão expostas a níveis acima do recomendável.

Mortes

O problema dessa exposição é que ela deixa crianças e jovens suscetíveis ao desenvolvimento de doenças causadas pela contaminação do ar. No Brasil, a organização estima que 50 mil pessoas, entre jovens e adultos, morrem por ano de doenças relacionadas à poluição do ar.
Segundo a OMS, a exposição à poluição matou 3,8 milhões de pessoas em todo o mundo por ano, o que supera a mortalidade causada por malária, tuberculose e Aids combinadas. Destas mortes, 400 mil atingiram menores de 5 anos.

Doenças

A exposição à poluição pode desencadear, em crianças e adultos, diversas doenças. Algumas a curto prazo – que incomodam com mais frequência, mas têm tratamento –, mas outras, fatais.
Acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas e doenças respiratórias são as principais causas das mortes relacionadas à poluição. Além disso, segundo a OMS, há estreita relação entre a poluição do ar e as mortes por câncer de pulmão.
A poluição também pode provocar outros problemas. Moradores de grandes centros urbanos costumam, por exemplo, ter irritação das mucosas, da garganta e bronquite. Essas doenças são os primeiros sinais de que a poluição em um local está excessiva.

Fale com um especialista

Dra. Anne Rosso Evangelista
A Dra. Anne Rosso Evangelista é especialista em
otorrinolaringologia. Atua na cidade de São Paulo,
realizando atendimentos em otorrinolaringologia.

Marcar uma consulta com o Dra. Anne Rosso Evangelista

 

 

Poluição em casa

Além da poluição das grandes cidades, as crianças muitas vezes estão expostas a partículas geradas dentro das próprias casas. É a poluição provocada pela queima de combustíveis como carvão e querosene.
Cerca de 3 bilhões de pessoas ainda dependem de combustíveis para cozinhar e se aquecer no mundo. Normalmente, quem fica mais exposto a essas fontes de calor são mulheres e crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *