Dentista pode aplicar botox? Conheça as possibilidades do tratamento

Além das espátulas, da sonda, da pinça e do tradicional espelhinho, os dentistas também também adotaram em seu kit de trabalho a seringa com toxina botulínica. A substância mais conhecida como botox é famosa pelas propriedades na estética.
Mas, no consultório odontológico, a técnica também pode ser usada para tratamentos funcionais. Por isso ela chamou a atenção e passou a ser adotada por esses profissionais.

Então dentista pode aplicar botox?

Os dentistas podem, sim, aplicar o botox. Mas, até conquistarem esse direito, o caminho foi longo e decidido na Justiça.
Em 2016 os profissionais começaram a utilizar a toxina botulínica e preenchedores faciais para fins terapêuticos e estéticos. A prática fora autorizada pela Resolução nº 176/2016, do Conselho Federal de Odontologia.
Contudo, quase um ano depois, uma liminar judicial proibiu a técnica. A batalha jurídica envolvia os interesses dos médicos, que queriam manter dentro da categoria a exclusividade da aplicação. Depois de meses de discussão, os dentistas foram liberados para utilizar a técnica de preenchimento em consultórios.

Afinal, o que é o botox?

O botox ficou muito famoso por diminuir os efeitos do envelhecimento, principalmente as rugas do rosto. Isso porque a substância paralisa a musculatura.
O que pouca gente sabe é que o botox é um procedimento temporário. Cada aplicação dura de 3 a 6 meses, quando os efeitos da substância começam a desaparecer. Depois desse período, o botox pode ser novamente aplicado.
 

Fale como um especialista


A Odonto SC é uma clínica de odontologia localizada em Florianópolis/SC. Tem como Responsável Técnico o Dr. Eron Marques, Cirurgião Dentista.

Marcar uma consulta.

 

Como o botox age?

O botox deve ser injetado em uma região específica, que varia de acordo com o objetivo. Ele bloqueia a acetilcolina, o neurotransmissor responsável por comunicar o cérebro e as fibras musculares. Assim, as células musculares deixam de se contrair.
Contudo, isso não quer dizer que a pessoa perde os movimentos ou que fique “travada”. Os efeitos do botox estão cada vez mais leves.

Para que e como o botox é usado na odontologia?

Na odontologia, o botox é usado para melhorar a musculatura. O produto diminui os efeitos de alguns problemas, como o bruxismo. Confira detalhes desse e de outros usos da substância no consultório odontológico.

Combater os efeitos do bruxismo

O bruxismo é quando a arcada dentária fica pressionada, desgastando os dentes. Em alguns casos, o ranger dos dentes causa dores de cabeça e até tontura.
Uma das formas de amenizar os efeitos da doença é a aplicação do botox. Injetado nos músculos responsáveis pela mastigação, o botox faz com que a arcada “absorva” o impacto dos movimentos.

Corrigir o sorriso gengival

Muitas pessoas têm aquele sorriso em que a gengiva fica um pouco mais exposta. Apesar de isso não representar um problema, tem gente que se incomoda e prefere fazer a gengiva “desaparecer” na hora daquele sorrisão.
O botox pode ser um ótimo aliado, já que ele paralisa os músculos que levantam os lábios. Assim, a exposição da gengiva é reduzida.

Corrigir a assimetria da face

O rosto assimétrico é consequência de diferentes tamanhos de músculo. A aparência, como o nome indica, é de que uma porção da face é menor ou maior do que a outra.
O botox, quando aplicado na região menos protuberante, funciona como um preenchimento. Assim, deixa a face mais simétrica.

Cuidados com o botox

Como com tudo na área da saúde, é preciso estar atento às características do produto e às recomendações de uso. Por isso, é sempre indicado que procedimentos com botox sejam feitos com profissionais habilitados.
Se você tem dúvidas, esclareça-as antes de iniciar o tratamento. Conheça alguns cuidados com o botox.

Cuidados pré-aplicação

Por ser simples, a aplicação da substância não requer cuidados especiais antes do procedimento. Contudo, gestantes ou mulheres que estão amamentando não devem utilizar o botox.
Além disso, quem tem alguma alergia à substância, à lactose ou a outro componente do botox deve evitar a aplicação. Lembre-se de sempre mencionar reações alérgicas ao profissional com quem você está se consultando.

Cuidados pós-aplicação

  • Não deitar nas primeiras quatro horas após a aplicação;
  • Não fazer massagens na pele;
  • Não fazer exercícios físicos;
  • Evite a exposição ao sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *