O que pode estar causando sua dor de dente? Conheça principais causas

A dor de dente geralmente incomoda, e muito: chega a latejar e a sensação é de que não passa de jeito nenhum. Mas, antes de iniciar algum tratamento e apostar em técnicas para aliviar a dor, é preciso entender o que está causando o desconforto.
ntes de tudo, procure uma dentista ou um dentista. A dor de dente é apenas um sintoma que pode indicar diferentes problemas dentais, que vão desde cáries até contusões. Confira as principais causas de dor.
Dor de dente: veja como aliviar o incômodo e o que o sintoma pode significar

Cáries

As cáries são as principais causas das dores de dente. Aparecem por causa das bactérias Streptococcus mutans, que formam placas nos dentes para “abocanhar” a sacarose – o açúcar do resto das comidas.
Essas bactérias produzem um ácido que corrói os minerais do dente até quebrá-lo. As dores, geralmente, começam quando as lesões causadas pelas bactérias atingem camadas mais profundas dos dentes: a dentina (camada logo abaixo do esmalte) ou a polpa (parte mais interna do dente, recoberta pela dentina).
A polpa é cheia de vasos e terminações nervosas. Quando a bactéria alcança essa parte do dente, inicia-se um processo de inflamação, que aumenta a pressão no dente, comprimindo o nervo e causando a dor.
Quando a lesão ainda está superficial, o tratamento pode ser com flúor, através de indicações de dentista. No entanto, quando atinge a polpa, é necessário fazer uma obturação ou tratamento de canal.

Fale como um especialista


A Dra. Adriana Chucre é cirurgiã-dentista. Atende crianças e adultos em seu consultório, em Florianópolis-SC. Melhore o seu sorriso, marque agora uma avaliação!

Marcar uma consulta.

 

Siso

O processo de nascimento do siso pode provocar desde leves incômodos até fortes dores. Logo que o siso começa a surgir na gengiva, é comum haver desconforto.
A dor tende a aumentar conforme o chamado “dente da sabedoria” vai nascendo, caso não haja espaço na gengiva. Nesse caso, o novo dente começa a pressionar os demais, empurrando-os. Além de dor, isso também pode “entortar” a arcada dentária.
Dentistas alertam que a dor mais forte ocorre quando o nascimento do dente desencadeia uma inflamação na gengiva. Como a área é de difícil acesso, bem no fundo da boca, é mais complicado fazer a higiene de forma correta, o que pode causas inflamações.
Além da dor no dente, as inflamações por causa do siso podem ter outros sintomas, como inchaço da bochecha, mau cheiro na boca, dores de cabeça, nos maxilares e até nos ouvidos. Em casos de inflamação, o procedimento mais comum é a extração do dente.

Bruxismo

Bruxismo é quando a pessoa costuma ranger ou apertar os dentes. Isso ocorre geralmente durante o sono.
Conforme a força com que os dentes são pressionados, pacientes podem sofrer fortes desconfortos. As dores podem começar na articulação da mandíbula – que se estressa com o movimento repetitivo – e então refletir para os dentes e até mesmo para a cabeça.
Quando a dor é sentida, é porque o bruxismo está em estado avançado. Por isso, logo que perceber o desconforto, procure um(a) especialista. Caso o problema não seja tratado, os sintomas se agravam.

Sinusite e dores de ouvido

Em um primeiro momento, pode até soar estranho. Mas dores de ouvido e sinusite também podem causar dor de dente. Em ambos os casos, a explicação está na proximidade do local da dor (ouvido ou cavidades paranasais) com a arcada dentária.
Dores de ouvido podem irradiar para o dente. A dor causada manifesta-se, principalmente, nos dentes de cima da arcada.
A sinusite, por sua vez, é uma infecção da mucosa que reveste o sínus, cavidade que se localiza acima dos dentes pré-molares, na altura das maçãs do rosto. Em função da localização das cavidades, existe relação próxima com as raízes dos dentes. Nesse caso específico, o tratamento deve ser realizado com um(a) otorrinolaringologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *