O que você precisa saber sobre aleitamento materno

A melhor alimentação que um recém-nascido pode ter é o leite materno. Esse é um parecer tanto médico quanto psicológico, pois o aleitamento traz só benefícios para todos. 

A amamentação, com intervalos de tempos programados, garante a sensação de que seu filho está sendo bem alimentado, porém, à medida que o bebê está se desenvolvendo, muitas mães pensam que o leite materno talvez não seja suficiente para manter o filho saciado.

É importante saber que o leite materno tem exatamente tudo o que o bebê precisa para se alimentar até o sexto mês de vida. Quando recebe apenas o leite da mãe, o bebê não precisa consumir chá, suco, água, absolutamente nada! Mesmo em ambientes com a temperatura mais alta, a recomendação é que mantenha-se somente a nutrição com o aleitamento. 

Por isso, precisamos ajudar a combater a falta de informações sobre a amamentação. Dados de 2019 da Organização Mundial da Saúde apontam que apenas 38% das crianças no mundo todo se alimentam exclusivamente de leite materno nos seis primeiros meses de vida. 

Além disso, amamentar é questão vital: o aleitamento materno imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal (até o 28°dia de vida), e é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, já que fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho. 

É somente após o período de seis meses de vida que devemos iniciar com alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até os dois anos de vida do bebê – ou mais, caso a mãe possua leite.

Benefícios do aleitamento materno

Os bebês amamentados ficam menos doentes e são bem mais nutridos do que aqueles que ingerem outros tipos de alimento.  Já utilizar outros substitutos do leite materno pode ser um grande risco para a saúde do bebê, por isso, sempre consulte seu médico pediatra para buscar a melhor solução caso não possa amamentar. 

O leite materno é o melhor alimento para um recém-nascido, confira as vantagens:

  • É de fácil digestão;
  • Promove melhor crescimento e desenvolvimento;
  • Protege contra doenças;
  • É uma fonte de energia, proteína e nutrientes como Vitamina A e Ferro; 
  • Fornece nutrientes para o desenvolvimento cerebral;
  • Evita infecções e diarreias;
  • Desenvolve melhor o sistema respiratório do bebê.

Promova o aleitamento materno e busque sempre exercer o seu direito de amamentar: o aleitamento é um direito da criança, protegido inclusive por lei. A nossa parte é orientar para que bebês possam sempre crescer saudáveis e nas melhores condições, por isso, se precisar busque orientação médica para seguir realizando este ato de amor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *