Quando devo procurar um clínico geral?

Diferente do que muitos pensam, a(o) clínica(o) geral pode tratar a maioria das doenças. E, sim, é a primeira ou o primeiro médico que se deve procurar ao perceber alguma dor ou desconforto.
A especialidade de clínica geral conhece todo o corpo humano com profundidade e está apta para tratar 70% das doenças, segundo a Sociedade Brasileira de Clínica Médica. Profissionais conseguem diagnosticar e tratar diferentes tipos de doenças, como obesidade, hipertensão, hipercolesterolemia, diabetes e osteoporose, bem como deficiência de vitaminas e minerais, gastrite, anemias e algumas infecções.
Além disso, médicas e médicos clínicos gerais podem solicitar exames e prescrever medicamentos. Em alguns casos, elas e eles podem também realizar cirurgias.

Qual é a função do(a) clínico geral?

A(o) clínica(o) geral trata de todas as doenças não-cirúrgicas, não ginecológicas e não obstétricas. São médicas e médicos dedicados apenas a adultos – já que as crianças devem ser atendidas por pediatras.
O principal diferencial do(a) clínico(a) geral é que pode acompanhar pacientes por toda a vida, como médico ou médica de referência. Com o tempo, a(o) profissional irá conhecer todo o histórico de saúde, psicológico, social e familiar.
Esses históricos são imprescindíveis na hora de identificar possíveis problemas. Por isso, clínicas e clínicos gerais tratam com mais prioridade as dores e desconfortos de pacientes.
E, mesmo em casos em que é necessário o encaminhando para um(a) especialista, o(a) clínico(a) geral é muito importante, pois segue acompanhando o tratamento e ajudando o paciente a entender os processos.

Quando procurar o clínico geral?

O indicado é procurar a clínica ou clínico geral sempre que perceber que há algo errado com a saúde. O(a) profissional irá fazer uma avaliação de sintomas, dar o diagnóstico e iniciar o tratamento.
Se necessário, indicará ao paciente o(a) especialista que deve ser procurado(a). Mais do que isso: a ida ao clínico geral diminui as chances de erro no diagnóstico.
Muitas vezes, o paciente ou a paciente faz um autodiagnóstico e marca uma consulta diretamente com o especialista que acredita estar apto para tratar seus problemas. No entanto, o autodiagnóstico pode estar equivocado, o que retarda o início de um tratamento rápido e eficaz.
Além disso, um médico ou uma médica que é sempre consultado(a), os benefícios são ainda maiores. Isso, novamente, porque o(a) profissional já conhece o histórico de saúde, incluindo fatores psicológicos e sociais que podem influenciar no quadro do(a) paciente.
O médico ou a médica também deve ser procurado(a) em algumas situações específicas, como avaliação médica antes de qualquer cirurgia. É recomendável uma consulta também antes de iniciar atividades físicas.
O clínico geral e a clínica geral também podem prevenir problemas futuros, ao pedir exames preventivos. É esse(a) profissional, ainda, que pede o famoso check-up, aquele conjunto de exames feitos regularmente e que podem indicar se há algo errado com saúde.

Doenças que o clínico geral pode tratar

A lista das doenças que o clínico ou a clínica geral pode ajudar é imensa. Vai desde infecções até transtornos psicológicos. Então não precisa hesitar na hora de marcar a consulta.
Confira algumas das doenças mais comuns tratadas por clínicas(os) gerais:

  • Anemia
  • Alergias
  • Depressão leve
  • Diabetes
  • Doenças cardíacas (em estágios iniciais)
  • Dores nas costas
  • Dores nas articulações
  • Doenças de pele mais comuns como micoses, dermatites, urticária
  • Dores de cabeça
  • Infecções em geral: de pele, intestinais, urinárias
  • Gastrite
  • Pressão alta ou baixa, incluindo o acompanhamento
  • Prescrição de vacinas
  • Refluxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *