Conheça os benefícios da fisioterapia em fraturas, traumas e cirurgias

De dores crônicas e lesões até a preparação para uma cirurgia: a fisioterapia atua em diversas frentes e é uma das áreas da saúde que mais ajuda o paciente quando o assunto é movimento corporal e também qualidade de vida.

O problema é que a fisioterapia não é muito conhecida e nem divulgada no Brasil. Isso porque a figura do profissional está muito ligada a atletas profissionais. Mas se engana quem acredita que apenas esportistas podem se beneficiar.

Quando procurar ajuda do fisioterapeuta

Qualquer um pode fazer a terapia, inclusive pessoas com doenças respiratórias. Isso mesmo, há fisioterapias que ajudam na prevenção e no tratamento de asma, bronquite, tuberculose e insuficiência respiratória.

Os casos são os mais diversos, já que não há contraindicações para o tratamento. Muito pelo contrário, pois a fisioterapia ajuda a ter consciência corporal e também a fortalecer os músculos. Por isso, também é sinônimo de qualidade de vida.

Procedimentos cirúrgicos

Em cirurgias, a fisioterapia pode atuar em dois momentos: antes e depois. Por exemplo: em casos de lesões, como rompimento de ligamentos do joelho, a fisioterapia pré-cirurgia ajuda a fortalecer a musculatura da região afetada. Isso muitas vezes é importante na recuperação final, pois facilita o processo.

No pós-operatório, a prática é decisiva. Como muitos procedimentos limitam a funcionalidade de algum membro (joelho, ombro, braço, pé), a fisioterapia é fundamental para a recuperação total do movimento, sem limitações.

Lesões musculares

Causadas tanto pela prática de exercício físico – seja na musculação, seja em algum esporte – ou mesmo em tarefas do dia a dia, como ao varrer a casa ou subir em uma escada para trocar a lâmpada, as lesões musculares são muito comuns. E, normalmente, ocorrem pela sobrecarga do músculo ou do tendão que está junto ao osso.

Devido ao esforço excessivo realizado pelo músculo, algumas fibras podem se romper. Como resultado, há uma inflamação local, o que causa dor e dificuldade de movimento.

É aí que a(o) fisioterapeuta atua: ela ou ele identifica o que está causando a contusão e usa aparelhos para minimizar a dor. O passo seguinte é fortalecer o músculo afetado.

Dores nas articulações

Dores nas articulações são mais comuns em idosos. Inclusive, são eles o segundo público mais conhecido dos fisioterapeutas, atrás, é claro, dos atletas.

Para tratar, é preciso identificar a origem das dores na articulação, para poder recuperá-la. Com o tratamento, a sensação de desconforto tende a diminuir.

Prática de atividades físicas

Muitas vezes, na prática da atividade física, algum exercício não é realizado corretamente. E, ao invés de trazer benefícios para o corpo, causa prejuízos, como a dor.

Por isso, é comum recorrer ao fisioterapeuta para adaptar os exercícios realizados de modo a não sobrecarregar determinadas partes do corpo. Assim, é possível ter os benefícios e evitar lesões musculares.

Prevenção de lesões

Além das formas de tratamento, a fisioterapia também pode ajudar a prevenir problemas musculares e lesões. A especialidade corrige aqueles pequenos “erros” que temos de nascença ou que adquirimos ao longo do tempo, como a má postura.

É importante prestar atenção aos movimentos do corpo e a dores que podem indicar que algo não vai bem. Buscar auxílio para fazer atividades corretamente também ajuda a evitar lesões no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *